21 de abril de 2014

Mulher Ciúmenta

Oi gente tudo bem...
E esse feriadão como estão hein...aqui estar ótimo
Passando pleo blog da Cristiane Cardoso, achei essa matéria que achei muito importante
Uma coisa que ela viveu e hoje passa para nós como ela fez para sair desse ciúmes
Vejam:


Um pouquinho de ciúmes não faz mal a ninguém, pelo contrário, é normal e necessário, até porque temos ciúmes até das nossas coisas pessoais, por que não teríamos de quem amamos? O problema é quando o ciúme é demais e você começa a gerar outros problemas por causa dele.
Lembro-me quando tinha crises de ciúmes. Ninguém na minha família nem entre minhas amigas sabia. Ficava tudo entalado dentro de mim. Olhava para o Renato sorrindo e brincando com as minhas amigas e aquilo começava a me dar um nó na barriga… Será que ele vai se apaixonar por elas? Será que ele pensa nelas quando estamos juntos? Quanto mais eu pensava nas possibilidades do que poderia estar acontecendo, mais raiva eu tinha dele, até que chegava a hora de explodir.
Isso durou por muitos anos até que eu saí do meu casulo.
A pessoa só tem ciúmes demais no relacionamento quando ela se acha inferior às outras pessoas. Era assim que eu me via: inferior ao meu marido. Fazia dele o sol do meu planeta, girava minha vida ao redor dele. Só quando consegui me enxergar e reconhecer o meu valor é que entendi que ninguém poderia tirar o meu lugar.
Enquanto você se sente inferior, qualquer coisa ou pessoa é capaz de pegar o seu lugar no mundo. E com esse medo dentro de você, a única maneira de se proteger é ter crises de ciúmes – gritar, ficar emburrada, fazer cenas – qualquer coisa que chame atenção de volta para você, o ser menorzinho da área…
Quando você se vê diferente, não precisa mais chamar atenção, porque você já chama atenção. A mulher segura de si é atraente não só porque ela consegue se valorizar, mas também porque ela consegue ser o melhor de si mesma.
Saia do seu casulo e mostre para todos a borboleta que você é. E caso seu parceiro queira lhe trair mesmo, quem estará perdendo é ele.

Bjinhos...

11 comentários:

  1. eu sou bem ciumenta tento controlar, mas é bem dificil.
    Estou te seguindo bjus

    http://geriencantodemenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já tive algumas crises no começo do casamento, mais meu marido conversou comigo e disse que a pessoa que ele tinha escolhido era eu, me senti segura e é exatamente isso o que tinha insegurança.
    Bom post
    Bjs
    Blog Sou Mãe de Cinco

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre fui ciumenta, mais incrivel que depois que Bernardo nasceu triplicouu,

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Não sou ciumenta, tenho o meu orgulho e procuro sempre estar bem comigo mesma,rs, ai não preciso sentir ciúmes..
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa já fui muito ciumenta, hoje em dia tenho ciumes mas sou bem controlada.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. amiga já fui muito ciumenta e controladora
    hoje sou madura rs amei o post
    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  7. Ciúmes faz parte e todos temos, mas como tudo na vida, o que é demais estraga! Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  8. Eu sou ciumenta, mas não doentia! beijo

    ResponderExcluir
  9. Linda mensagem, pq qual a mulher q não é ciumenta...
    Saber lidar e nos valorizar é a resposta, bjss

    ResponderExcluir
  10. O primeiro passo é admitir que é ciumenta, e trabalhar isso.
    Eu tenho ciúmes quando tenho motivos.
    E quando estou me relacionando faço de tudo para não dar motivos e insegurança para outra parte, pq homem ciumento tb não é fácil.
    Aliás teve uma pesquisa feita, cresceu o número de homicídios no Brasil. Ex estão matando todos os dias as suas ex mulheres.
    O sentimento de posse está tomando a vida das pessoas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir